CAPÍTULO 8


Ataíde, o Filho do Marquês


Ataíde, o pequeno nobre, filho de Gervásio, demonstra pela atitude e pelas feições delicadas ser um menino criado num meio favorecido, em que os privilégios lhe vão parar às mãos sem que para isso tenha de mexer um dedo.

O Marquês dá ao filho todas as oportunidades, zelando para que venha a cumprir em pleno todos os deveres da sua classe, assim como usufruir de todas as alegrias e benesses que a vida lhe reservar. Tal como o pai, a pensar na festa, resolve aparecer a Gerarda com a sua melhor casaca e com o chapéu tricórnio para anunciar os seus intuitos ligados ao mar.