A Vaca Patronila e a Cabra Piedade


Quase a meio da manhã com o sol já bem alto, Fulgêncio dirige-se para os campos. De lá, vem o som duro e seco das enxadas a penetrar a terra misturado com o som abafado das vozes das mulheres, que cantando o que parecem ladainhas vão enchendo o ar e dando animo a quem precisa de força para aguentar o balanço do corpo. No carreiro por onde segue, há ramos de árvores que se debruçam na sua frente. Vai caminhando até que encontra a vaca Patronila e a cabra Piedade. Olhando por cima da envergadura da vaca, que é quase a sua, descobre Jeremias a quem diz “Ora viva! quase não te via” e continua o seu caminho. 



« Episódio anterior ~ Episódio seguinte »

Episódios já publicados aqui.