Rubina, a Papagaia


Rubina, a papagaia, é uma presença assídua no jardim do Marquês.

Na borda da fonte, onde costuma pousar, aproveita para se refrescar e ajeitar cada pena do seu peito.

Os seus modos pausados e insinuantes não passam despercebidos a Silvestre, o papagaio.

Ela acaba de o ver com o galo, pareceu-lhe exausto e mortinho por se livrar dele. Não tem a certeza se será uma boa altura para lhe aparecer, mas de uma coisa está certa, ele não resiste aos seus encantos.

Traz uma flor como adereço, que anuncia a imagem sedutora que pretende mostrar. Quem sabe se não é hoje, tão atrevida, que ganha coragem para lhe falar.



« Episódio anterior ~ Episódio seguinte »

Episódios já publicados aqui.