4 - Dante vigia Gabriel


Ao passar sob a copa de uma grande árvore, Gabriel ouve um silvo e, num reflexo, inclina a cabeça para o alto para ver a ave empoleirada no seu ramo. Não a vê, mas é como se a visse, ele sabe que é Dante. Consegue recriar a imagem da última vez que o viu, recordando-se da sua compleição esguia, emplumada e ao mesmo tempo leve, projetada para a frente, observando tudo em silêncio do seu poleiro elevado. O jardineiro sentindo-se acompanhado resolve assobiar-lhe, e assim feliz e mais ligeiro prossegue o seu caminho.







4 - Dante watches over Gabriel

As he passes under the canopy of a large tree, Gabriel hears a hiss and, in a reflex, tilts his head up to see the bird perched on its branch.






--