Marcação prévia de visitas: serviço educativo, tlf. 218 100 344/45, ou servicoseducativos@mnazulejo.dgpc.pt



Tendo como fonte de inspiração o Mar, esta exposição reflecte o olhar do artista sobre a imensidão e riqueza da vida no fundo dos oceanos. Para além da representação de peixes das mais variadas espécies, moluscos, crustáceos e plantas marinhas, Sylvain Bongard inclui também a figura humana, numa metamorfose que pretende evidenciar a relação entre o Homem e a Natureza. Outra vertente, não menos importante, abordada nesta exposição é o problema da poluição e o impacto da acção do Homem no equilíbrio do ecossistema. 

Com um toque de humor e irreverência, esta exposição é uma descoberta constante. Cada peça, cada instalação esconde um sem número de pormenores que convidam a um olhar atento.

Com uma técnica segura apoiada numa imaginação forte, onde sentimos ecos de autores do passado como Rafael Bordalo Pinheiro ou Jorge Barradas, Sylvain Bongard oferece-nos uma viagem a um espaço oculto à maioria de nós alertando-nos, simultaneamente, para as consequências dessa nossa presença. Um mundo em erosão permanente e, por isso, em constante renovação. Aceitemos o convite. Deixemo-nos surpreender.



Patente até dia 4 de Janeiro de 2015

Horário: de terça a domingo, das 10h00 às 18h00