Numa parceria entre o Museu Nacional do Azulejo, a Fundação da Casa de Bragança e o Centro de História de Além-Mar/FCSH/UNL, esta exposição temporária reunirá pela primeira vez os azulejos de D. Teodósio I, reconstituindo a disposição original dos seus vários conjuntos e a relação que estes estabeleceriam com o espaço para o qual foram encomendados.
Deste modo, procura-se interpretar esta importante encomenda, alicerçada na recolha documental entretanto revelada, e que fornece uma nova leitura ao contexto das relações artísticas entre Portugal e a Flandres à época.
A exposição conta com um catálogo bilingue integrando sete textos de diversos autores nacionais e estrangeiros.