A Associação dos Amigos do Museu Nacional do Azulejo (MNAz) entende como uma das suas principais finalidades contribuir para o enriquecimento das colecções através de doações feitas pelo grupo ou por iniciativa individual dos seus sócios.
A sua acção nesta área é desenvolvida de acordo com a Direcção do Museu. Assim, se propõe formar um núcleo consistente de Cerâmica de autor, portuguesa e internacional, bem como documentar melhor as produções industriais de Azulejo.
Os Amigos estão, contudo, também atentos a outras produções mais antigas, no intuito de colmatar faltas na colecção, nomeadamente com tipologias de azulejos que, por razões várias, são retirados dos edifícios para que foram concebidos e no Museu, que os não tinha representados, ficam protegidos de dispersão.
Apresenta-se agora uma selecção de peças incorporadas entre Outubro de 2007 e Setembro de 2008.