Na sequência da iniciativa “Mês do Azulejo, 2018”, realizada em parceria com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) e o ARTIS - Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras de Lisboa, no âmbito das comemorações do Ano Europeu do Património, promoveu-se uma iniciativa conjunta de reflexão acerca da tradição do Azulejo em Portugal. Um dos desafios então lançado à Escola António Arroio foi no sentido dos alunos de cerâmica de 12º ano refletirem e produzirem a sua visão do que pensam que virá a ser o “azulejo do futuro”. Desse trabalho resulta a presente exposição, dispersa pelo percurso do museu.

Exposição patente de 20 de novembro de 2019 a 1 de março de 2020

Horário: Terça a domingo, das 10h às 18h