A partilha.

É um motor fundamental do desenvolvimento, do crescimento, da transformação.

Dá-nos entusiasmo, motiva-nos a avançar e promove a novidade, a evolução.

A verdadeira partilha faz-se em duas direções. Dar e receber.

Enquanto instituição que valoriza e salvaguarda o azulejo, queremos não só partilhar toda a nossa experiência e conhecimento dedicados ao azulejo, mas também receber todo o seu valoroso contributo em prol da mesma missão.

Tem coisas suas que gostaria de partilhar connosco e com o nosso público? Textos, desenhos, histórias, fotos, ideias, conteúdos, desafios, sugestões, vídeos, objetos? O limite é que estejam relacionados com a essência do museu, o azulejo.

É uma escola ou uma instituição? Podemos ser-lhe úteis ou ajudar de alguma forma? Diga-nos como.

Gosta de escrever e é criativo? Escolha uma das nossas peças e crie a sua história.

Ama azulejos? Conte-nos esse “romance”. Traga-nos a sua paixão.

Tem trabalhos em azulejo e quer partilha-los “on-line” connosco?

O brilho da sua fotografia é superior ao dos nossos azulejos? Ótimo! Remeta-nos a sua obra prima!

Faça-nos chegar os seus contributos. Queremos conhecer as suas ideias e, dentro do possível, divulga-las on-line ou, até mesmo, concretizá-las.

Novamente de portas abertas, após este confinamento, queremos verdadeiramente recebe-lo! Esse é o nosso desafio. Escolha como quer entrar.


As propostas deverão ser remetidas por email.

Contacte-nos pelos emails: geral@mnazulejo.dgpc.pt OU servicoseducativos@mnazulejo.dgpc.pt


Nota:

O Museu Nacional do Azulejo não divulgará qualquer conteúdo com fins de promoção comercial ou de investigação académica e científica.